A atriz e ativista ambiental Laila Zaid uniu a sua voz à Oceana para alertar sobre os impactos dos plásticos descartáveis, um dos principais problemas ambientais, responsáveis por grande parte da poluição marinha.

“Eu fico furiosa com a quantidade de plástico que chega quando peço um delivery. O Brasil já produz mais de 500 bilhões de itens plásticos por ano, e esse plástico vai ficar aí para sempre”, disse a atriz em vídeo que convida a população a assinar a petição “Quero meu delivery sem plástico descartável”, aberta pela Oceana na plataforma Avaaz.

A petição pede aos aplicativos de entrega de comida pronta – como iFood e UberEats – que se comprometam publicamente com as propostas da campanha #DeLivreDePlástico, desenvolvida pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) com a Oceana. O objetivo é reduzir a quantidade de itens de plástico descartável enviados junto aos pedidos.

Juntos, o grito é mais alto

A voz de Laila ressoa o desejo de muitos brasileiros. Pesquisa realizada em março pelo Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria) revela que 72% dos consumidores gostariam de receber delivery sem plástico descartável, e 15% já deixaram de fazer um pedido por conta do incômodo com a quantidade de plástico que recebem.

“O consumidor sabe o que quer, mas talvez ainda não saiba como fazer para chegar lá. Então, vou dizer o que eu faço por aqui: além de barulho na internet, eu assino! Assino petições, consultas públicas, abaixo-assinados, junto minha voz a outras vozes e assim grito mais alto”, conta a atriz no artigo “Temos grandes armas a nosso favor: a tecnologia e nossa escolha de consumo”, publicado no site ECOA/UOL.

Recentemente, esse grito impactou uma ação promocional do aplicativo iFood em um programa de grande audiência na televisão brasileira. Após entregar o pedido com uma quantidade enorme de plástico de uso único, a empresa mudou de estratégia e repetiu a ação usando embalagens de mandioca.

“A vida marinha ganha com o poder da voz de Laila que se une à Oceana na missão de proteger os oceanos. Seu apoio representa seu compromisso por um mundo melhor e a confiança no trabalho da organização”, destaca o diretor-geral da Oceana no Brasil, o oceanólogo Ademilson Zamboni.

Sustentabilidade nas redes

Além de alertar sobre os impactos dos plásticos descartáveis, Laila tem usado as redes sociais para estimular hábitos sustentáveis, como o consumo de alimentos de produtores locais e o reaproveitamento de materiais. O perfil da atriz no Instagram tem mais de 150 mil seguidores.

Laila Zaid estudou Publicidade na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e encontrou seu caminho há mais de 15 anos nas artes cênicas, com inúmeras novelas, filmes e peças de teatro na bagagem. Ligada às causas ambientais desde pequena, Laila aprendeu a usar suas redes sociais para ecoar seu ativismo. Mas essas não são suas únicas paixões. Entre um trabalho e outro, ela se dedica à educação infanto-juvenil, atuando com crianças e jovens em escolas da rede pública e em instituições não governamentais. Inspirada nesse contato com as crianças, Laila lançou um manual de sustentabilidade infantil: “Manual Para Super-Heróis - O Início da Revolução Sustentável”, um livro interativo e divertido que mostra a importância de cuidarmos do meio ambiente desde cedo.

 

 

 

 

 

 

View this post on Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A post shared by Laila Zaid (@lailazaid)

A seguir:

Prêmio de design No Waste Challenge anuncia 85 finalistas

Ler próximo artigo