O Que Nós Fazemos

A Oceana se dedica à proteção e restauração dos oceanos em uma escala global.

Nossa Visão

A Oceana busca proteger a biodiversidade e aumentar a abundância de nossos oceanos através de mudanças nas políticas públicas dos países que têm governança sobre a maior parte dos recursos marinhos mundiais.

A Oceana busca proteger a biodiversidade e aumentar a abundância de nossos oceanos através de mudanças nas políticas públicas dos países que detêm a maior parte dos recursos marinhos no Mundo.

A Oceana foi fundada em 2001 e é a maior organização internacional focada exclusivamente na conservação dos oceanos. Nossos escritórios ao redor do mundo trabalham juntos para aumentar a biodiversidade e abundância de nossos oceanos através de campanhas estratégicas direcionadas que visam atingir resultados mensuráveis.

Os oceanos cobrem 71% do planeta, e sua importância para nós e tão grande quanto seu tamanho. Nossos oceanos abrigam a maior parte da vida do planeta e exercem um papel fundamental em vários processos naturais, como regulação climática e absorção de CO2. Os oceanos são responsáveis pelo sustento de um número incontável de pescadores ao redor do mundo. Os oceanos alimentam milhões de pessoas e têm a capacidade de fornecer recursos marinhos suficientes para a produção diária de uma refeição saudável para um bilhão de pessoas. Entretanto, os oceanos estão ameaçados. Pesquisadores relatam que a quantidade de peixes capturados nas últimas décadas vem diminuindo. Felizmente, nós sabemos como solucionar esse problema. A gestão pesqueira com base na ciência sugere que se estabeleçam cotas máximas de pesca, medidas de redução de captura acidental e proteção de habitats marinhos. Onde essa estratégia foi implementada, observou-se a recuperação dos oceanos. A Oceana dedica-se a promover a gestão pesqueira com base na ciência e a restaurar os oceanos do mundo.

O Problema

Os oceanos são vastos, mas não são imunes à influência humana. Nós já alteramos ou destruímos vários ecossistemas marinhos e levamos à beira da extinção várias espécies que habitaram o planeta por milhões de anos. Segundo um estudo publicado na revista Science, apenas 4% dos oceanos não foi afetado por atividade humana.

01

Nós estamos pescando mais peixes do que deveriamos

A sobrepesca ameaça os ecossistemas marinhos e nossa subsistência.

02

Estamos poluindo nossos oceanos

Mercúrio, antibióticos, petróleo, e gases que causam efeito estufa ameaçam a vida marinha, os habitats e também a saúde das pessoas.

03

Nós estamos desperdiçando recursos que poderiam servir como fonte de alimento

Os recursos marinhos tem o potencial de alimentar milhões de pessoas famintas de uma forma sustentável.

04

Nós estamos destruindo lugares especiais e a vida marinha

Práticas de pesca destrutivas e que causam grande desperdício estão ameaçando a vida marinha e destruindo os habitats do fundo do mar.

A solução da Oceana

A Oceana foi criada para identificar soluções práticas e fazer com que elas sejam implementadas. A boa notícia é que nós podemos recuperar a abundância dos oceanos. A Oceana é...

Focada em campanhas

Nós investimos nossos recursos em campanhas estratégicas, focadas em alcançar objetivos mensuráveis que ajudarão a proteger e restaurar a abundância dos oceanos em cada país em que estamos.

Baseada em evidências científicas

Nós acreditamos na importância do conhecimento científico para identificar problemas e encontrar soluções para os oceanos.

Multi-disciplinar e especialista

Nossos cientistas trabalham em colaboração com o nosso time de economistas, advogados, comunicadores e colaboradores para obter resultados concretos para a defesa dos oceanos.

Quadro de Funcionários da Oceana

A Proteína Perfeita

Salvando os Oceanos e Alimentando o Mundo: Um Guia Para os Amantes de Frutos do Mar

A Oceana acredita que recursos marinhos, se bem gerenciados, podem ser uma fonte de proteína saborosa, nutritiva e renovável para milhões de pessoas.

O diretor executivo da Oceana, Andy Sharpless, em colaboração com sua co-autora Suzannah Evans, revela como uma dieta à base de frutos do mar além de ser saudável pode ajudar a salvar o planeta. Ele explica como o pescado nativo é a fonte perfeita de proteína.