Mensagem de fim de ano da equipe da Oceana



20 Dezembro 2019

Chegamos ao final de mais um ano, momento de avaliarmos nossa trajetória e nos preparamos para os próximos desafios. Agradecemos o apoio e a parceria de todas as pessoas e organizações que se mobilizaram pela proteção dos ecossistemas marinhos e promoção da pesca sustentável.

Em 2019, enfrentamos situações na contramão da proteção dos oceanos, da transparência, do desenvolvimento sustentável e da participação social. Entre elas está a extinção dos únicos fóruns nos quais as políticas públicas para pesca eram discutidas no Brasil: os Comitês Permanentes de Gestão (CPGs). 

Enfrentamos ainda o maior episódio de poluição em extensão que afetou o litoral brasileiro, causando danos à biodiversidade e ao sustento de milhares de família. Vale destacar que esse incidente ainda precisa ser compreendido com profundidade para conseguirmos proteger o nosso litoral desse tipo de crime.

Mas também tivemos importantes vitórias. A proteção do arquipélago de Abrolhos de potenciais impactos da exploração de petróleo na bacia Camamu-Almada foi uma delas.

Na agenda de pesca, vencemos com a manutenção das cotas – estabelecidas com base em dados científicos - para a pesca da tainha e da adoção, pelo governo, de formas mais eficientes de reportar as capturas: os mapas de bordo online. 

Imbuídos do espírito de que podemos avançar ainda mais, seguiremos trabalhando em 2020 pela retomada dos espaços de participação social e da estatística pesqueira e no combate à sobrepesca, à poluição e às práticas danosas de pesca na costa brasileira. 

É urgente ainda a retomada dos espaços de participação social e a estatística pesqueira. Só assim podemos garantir que a gestão de nossos valiosos recursos marinhos se baseie em debates democráticos e nos melhores dados científicos.

Desejamos boas festas e que possamos seguir juntos/as nessa jornada em busca de um mundo melhor, com oceanos abundantes e protegidos para as gerações futuras.

Equipe Oceana