Oceana lança cartilha para orientar pescadores sobre prevenção à covid-19



10 Agosto 2020

Diante da reabertura de muitas atividades no país, a Oceana disponibiliza em versão digital a cartilha “A Oceana e você – Juntos contra o novo coronavírus (covid-19)”, que reúne informações sobre prevenção e cuidados em relação à doença. A publicação está dividida em quatro partes, sendo duas delas direcionadas aos pescadores e às empresas de pesca marítima. As outras duas partes abordam informações gerais sobre a doença e alertas para as notícias falsas sobre o tema.

“Queremos contribuir com informações seguras para orientar uma parcela vulnerável da população, que são os pescadores e pescadoras que passam dias no mar, em busca do sustento da família”, afirma o diretor-geral da Oceana, Ademilson Zamboni. “Também voltamos nosso olhar para a indústria do pescado, ajudando com orientações para a elaboração do plano de contingência e a condução de casos suspeitos ou confirmados na empresa”, completa.

O plano de contingência tem por objetivo orientar as ações para reduzir os impactos no funcionamento das atividades da empresa pesqueira. A cartilha também trata sobre contingenciamento em embarcações, caso seja identificado algum tripulante com sintomas da doença.

A covid-19 é uma doença causada pelo novo coronavírus, que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves. Os primeiros casos foram notificados em Wuhan, na China, em dezembro de 2019, tendo em seguida se espalhado por todo o mundo. Em março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou pandemia da doença.

A transmissão ocorre de uma pessoa doente a outro indivíduo por contato próximo por meio de toque do aperto de mão contaminada; gotículas de saliva; espirro; tosse; objetos ou superfícies contaminadas.

Em todo o mundo, foram confirmados 19.462.112 casos e 722.285 mortes por coronavírus, de acordo com relatório da OMS de 9 de agosto. O Brasil é o país com maior número de casos e óbitos na América Latina – com mais de 100 mil vidas perdidas em decorrência da doença e quase 3 milhões de pessoas infectadas.

Acesse a cartilha 

Baixar PDF