Oceana lança web série sobre o arquipélago de Juan Fernández



09 Dezembro 2019

 

Desde o século 16, quando foi descoberto, o arquipélago de Juan Fernández, na costa chilena, é fonte de inspiração para variadas histórias, sejam na literatura ou no imaginário de quem conhece as lendas da região. Foi um desses relatos que inspirou o escritor inglês Daniel Defoe, autor do clássico Robson Crusoé, lançado em 1719. Exatos três séculos após primeira edição das aventuras do náufrago, a riqueza subaquática do arquipélago e o compromisso dos seus habitantes com a conservação e gestão sustentável dos seus recursos são destaque na série de documentários Mar de Juan Fernández: relatos e lendas do arquipélago. 

Produzido pela Oceana em parceria com o portal de notícias 24Horas.cl, do Chile, o documentário tem formato de web série, com nove episódios. Reúne fatos históricos, como por exemplo: o naufrágio do SMS Dresden, um navio de guerra alemão que participou de várias batalhas da Primeira Guerra Mundial; e a resiliência de seus habitantes após o tsunami que os atingiu em 2010. A web série também inclui um capítulo sobre a lenda do tesouro escondido por Juan Fernández, que até hoje é procurado. 

"As histórias que vêm de Juan Fernández têm um valor histórico que vale a pena contar. Adicione as incríveis imagens subaquáticas da área, e tudo isso gera um material que estamos felizes em mostrar. Como televisão pública, é extremamente importante criar essa ligação de informação entre áreas distantes do continente, mas que ao mesmo tempo são tão decisivas para os cidadãos e para o meio ambiente", disse o editor-geral do portal de notícias, Diego Valdés.

CONSERVAÇÃO AMBIENTAL

Nos últimos anos, a comunidade de Juan Fernández vem adquirindo destaque por impulsionar políticas de conservação ambiental. Os esforços fizeram dos moradores um exemplo, em nível nacional e internacional. Depois de anos de trabalho científico na área, finalmente o Parque Marinho de Juan Fernández foi instituído oficialmente em 2018. O parque possui 262 mil km2, além da extensão de sua Área Protegida Costeira e Marinha, que passou de 12 mil para 24 mil km2.

"Sempre dissemos que o verdadeiro tesouro de Juan Fernández está debaixo d’água. A rica biodiversidade faz com que esse seja um local único, e acreditamos que, ao protegê-lo, também estamos conservando o sustento para as gerações futuras", destacou a diretora executiva da Oceana Chile, Liesbeth van der Meer. “Por isso, além da riqueza marinha, também queríamos mostrar a forma sustentável que os pescadores têm trabalhado por centenas de anos, evitando a sobreexploração e procurando o bem comum", completou.

O arquipélago foi descoberto pelo marinheiro espanhol Juan Fernández em 22 de novembro de 1574. Ao completar 445 anos, a web série mostra as importantes medidas adotadas pela comunidade local para promover políticas de preservação. “Esperamos que as pessoas assistam e compartilhem, para que todos possamos não apenas aprender sobre a história do arquipélago, mas também aprender com o seu povo”, disse o diretor da série, e também diretor de audiovisual da Oceana Chile, Lucas Zañartu. 

Acesse os nove capítulos da série