Pesquisadora da Oceana descobre nova espécie de tubarão



01 Abril 2019

Foto: MarAlliance

Uma nova espécie de tubarão, Squalus clarkae, foi descoberta pela cientista marinha da Oceana, Mariah Pfleger. A nomenclatura da espécie deu-se por homenagem à pesquisadora Eugenie Clark, a “Shark Lady”, pioneira no estudo de tubarões.

Enquanto desenvolvia seu mestrado, Mariah percebeu que havia um erro de classificação da espécie Squalus mituskurii, durante anos comumente chamada de “Cação de Genie”. O tubarão apresentava uma tipologia diferente do padrão, pois suas nadadeiras  caudal e dorsal divergiam de outras espécies da família. Ela também percebeu que a genética deste animal não correspondia a nenhuma outra espécie, tornando-o único.

Após a descoberta, Mariah e seu grupo de pesquisa tiveram a oportunidade de nomear a nova espécie de tubarão na literatura científica. A seleção do nome Squalus clarkae deu-se por uma homenagem à renomada ictióloga Eugenie Clark, falecida em 2015. Conhecida como “Shark Lady”, a Dra. Clark é até hoje reconhecida internacionalmente por suas análises pioneiras acerca do comportamento dos tubarões.

Clark fez história na biologia marinha, quando ainda era um ramo comandado propriamente por homens. Ela escreveu inúmeros livros, realizou mergulhos submersíveis ao longo da vida e liderou mais de 200 expedições ao redor do mundo. Além disso, fundou o Cape Haze Marine Laboratory em Plácida, Florida. Em 1967, o laboratório foi rebatizado como Mote Marine Lab and Aquarium.

Leia o texto original aqui.