Tem uma ideia inovadora para reduzir o lixo plástico no mar? Inscreva-se no prêmio No Waste Challenge



23 Março 2021

Estão abertas, até 20 de abril de 2021, as inscrições para o prêmio global No Waste Challenge, direcionado a projetos que busquem soluções inovadoras para reduzir o desperdício e repensar o ciclo de produção e consumo, gerando menos resíduos plásticos no mar. O desafio é promovido pela plataforma internacional What Design Can Do, com apoio da Oceana no Brasil.

Em 2020, a Oceana lançou o relatório Um Oceano Livre de Plástico – Desafios para a Redução da Poluição Marinha, reunindo informações sobre o cenário da produção e descarte de plástico no país. A publicação e o apoio ao No Waste Challenge são partes da campanha desenvolvida pela organização para reduzir a poluição marinha por esse material.

O No Waste Challenge convida estudantes, designers e empreendedores criativos de todos os estados do país a participarem do desafio. São quatro categorias: Produtos; Comunicação; Espaços; e Serviços & Sistemas. As propostas devem se encaixar em pelo menos um dos três briefings de design globais:

  • EXTRAIR MENOS - Como podemos inspirar o uso de menos recursos naturais e consumir de forma mais consciente?
  • PRODUZIR BEM - Como podemos produzir produtos e materiais que são mantidos em uso e/ou regeneram sistemas naturais?
  • DESCARTAR MELHOR - Como podemos usar o lixo como um recurso ou descartá-lo de forma mais responsável?

O Brasil produz cerca de sete milhões de toneladas de plástico por ano, quantidade que coloca o país na posição de maior produtor da América Latina. Desse montante, três milhões de toneladas são de plásticos de uso único. Pelo menos 325 mil toneladas desses resíduos são levadas ao mar a partir de fontes terrestres tais como lixões a céu aberto e descartes inadequados, impactando negativamente na vida marinha, nos ecossistemas, na pesca e no turismo.

Aos interessados em participar do desafio, o No Waste Challenge oferece trilhas adicionais inspiradas nas perspectivas locais de sete grandes cidades, duas delas localizadas no Brasil. Os briefings específicos são para Amsterdã, Déli, Cidade do México, Nairóbi, São Paulo, Rio de Janeiro e Tóquio.

Os vencedores receberão 10 mil euros em financiamento e um programa de desenvolvimento personalizado para transformar o projeto em realidade. Cada vencedor também terá a oportunidade de apresentar seu projeto a um público global em eventos sobre design e inovação promovido pela What Design Can Do.

Acesse o briefing e saiba como participar