Divulgados frota industrial liberada para pesca da tainha



01 Junho 2018

O Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (1º), trouxe portaria da Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca (SEAP/PR) contendo a lista das embarcações industriais autorizadas para a captura de tainhas na safra 2018. Ao todo 37 embarcações estão autorizadas e outras 34 possuem pendências de documentação, podendo entrar na pescaria caso sejam sanadas. O tamanho total da frota industrial, contudo, não poderá exceder 50 barcos. 

A norma que regulamentou a pescaria deste ano, prevê o início das atividades de cerco/traineiras exatamente para 1º de junho. No entanto, as embarcações devem ainda aguardar a emissão das licenças, prevista para o início da próxima semana. Assim que forem licenciados, os barcos poderão iniciar a pesca de tainha nas regiões Sudeste e Sul do Brasil, até que sejam atingidas as 2.221 toneladas previstas nas cotas para esta frota. Nos últimos dias, a SEAP divulgou ainda duas portarias contento os nomes dos barcos artesanais autorizados para essa pescaria. 

A safra da tainha em 2018 contou com medidas inovadoras de gestão incluindo a adoção de cotas para pesca, diferenciadas por tipo de frota, estabelecidas a partir de estudos científicos. Foi criado ainda grupo de trabalho formado pelo governo, sociedade civil e setor pesqueiro para monitorar a pesca, com a obrigatoriedade de fornecer relatório oficial sobre as medidas adotadas.

O diretor geral da Oceana no Brasil, Ademilson Zamboni, comemorou os avanços: “melhorar a gestão da pesca da tainha no Brasil é uma vitória para a proteção da espécie e para a pesca sustentável. Conseguimos construir um ordenamento pesqueiro que atende aos critérios de desenvolvimento sustentável considerando os impactos ambiental, social e econômico da atividade”.

Clique aqui e acesse a Portaria SEAP/PR nº 57/2018 com os nomes das embarcações industriais autorizadas para pesca da tainha este ano.